InglêsFrancêsEspanhol

Executar servidores | Ubuntu > | Fedora > |


favicon do OnWorks

h8300-hitachi-coff-as - Online na nuvem

Execute h8300-hitachi-coff-as no provedor de hospedagem gratuita OnWorks no Ubuntu Online, Fedora Online, emulador online do Windows ou emulador online do MAC OS

Este é o comando h8300-hitachi-coff-as que pode ser executado no provedor de hospedagem gratuita OnWorks usando uma de nossas várias estações de trabalho online gratuitas, como Ubuntu Online, Fedora Online, emulador online do Windows ou emulador online do MAC OS

PROGRAMA:

NOME


AS - o montador GNU portátil.

SINOPSE


Como [-a[cdhlns] [=filete]] [--alternar] [-D]
[--defsym sym=onda] [-f] [-g] [--gstabs] [--gstabs +]
[--gdwarf-2] [--Socorro] [-I dir] [-J] [-K] [-L]
[--listing-lhs-width=NUM] [--listing-lhs-width2=NUM]
[--listing-rhs-width=NUM] [--listing-cont-lines=NUM]
[--keep-locals] [-o objfile] [-R] [--Estatisticas] [-v]
[-versão] [--versão] [-W] [--avisar] [--fatal-warnings]
[-w] [-x] [-Z] [--alvo-ajuda] [opções de destino]
[--arquivos ...]

alvo alfa opções:
[-mcpu]
[-mdebug-no-mdebug]
[-relaxar] [-g] [-Gtamanho]
[-F] [-32endereço]

alvo ARC opções:
[-marc [5⎪6⎪7⎪8]]
[-EB-A]

alvo ARM opções:
[-mcpu=processador[+extensão...]]
[-marchar=arquitetura[+extensão...]]
[-mfpu=formato de ponto flutuante]
[-mfloat-abi=abi]
[-meabi=ver]
[-mthumb]
[-EB-A]
[-mapcs-32-mapcs-26-mapcs-float
-mapcs-reentrante]
[-mthumb-interwork] [-k]

alvo CRIS opções:
[--sublinhado- sem sublinhado]
[--foto] [-N]
[--emulation = criself--emulation = crisaout]
[--march = v0_v10--march = v10--march = v32--march = common_v10_v32]

alvo D10V opções:
[-O]

alvo D30V opções:
[-O-n-N]

alvo i386 opções:
[- 32- 64] [-n]

alvo i960 opções:
[-ACA-ACA_A-ACB-ACC-AKA-AKB
-AKC-AMC]
[-b] [-não relaxe]

alvo IA-64 opções:
[-mconstant-gp-mauto-pic]
[-milp32-milp64-mlp64-mpxnumx]
[-mleMBE]
[-munwind-check = aviso-munwind-check = erro]
[-mhint.b = ok-mhint.b = aviso-mhint.b = erro]
[-x-xplícito] [-xauto] [-xdebug]

alvo IP2K opções:
[-mip2022-mip2022ext]

alvo M32R opções:
[--m32rx- [no-] warn-explicit-parallel-conflitos
--W [n] p]

alvo M680X0 opções:
[-l] [-m68000-m68010-m68020⎪ ...]

alvo M68HC11 opções:
[-m68hc11-m68hc12-m68hcs12]
[-mcurto-mong]
[-mshort-double-muito duplo]
[--force-long-branchess] [--short-branchess]
[--strict-direct-mode] [--print-insn-sintaxe]
[--print-opcodes] [--gerar-exemplo]

alvo Mcore opções:
[-jsri2bsr] [-sifiltro] [-relaxar]
[-mcpu = [210⎪340]]

alvo MIPS opções:
[-nocpp] [-A] [-EB] [-O[otimização nível]]
[-g[depurar nível]] [-G Números] [-KPIC] [-Call_Shared]
[-non_shared] [-xgot]
[-mabi=ABI] [-32] [-n32] [-64] [-mfp32] [-mgp32]
[-marchar=CPU] [-mtune=CPU] [-mips1] [-mips2]
[-mips3] [-mips4] [-mips5] [-mips32] [-mips32r2]
[-mips64] [-mips64r2]
[-construir-flutuadores] [-no-construct-floats]
[-armadilha] [-sem pausas] [-pausa] [-não-armadilha]
[-mfix7000] [-mno-fix7000]
[-mips16] [-sem mips16]
[-mips3d] [-no-mips3d]
[-mdmx] [-no-mdmx]
[-mdebug] [-no-mdebug]
[-mpdr] [-mno-pdr]

alvo MMIX opções:
[--fixed-special-register-names] [--globalize-symbols]
[--gnu-sintaxe] [--relaxar] [- sem símbolos predefinidos]
[--sem expansão] [--no-merge-gregs] [-x]
[--linker-alocado-gregs]

alvo PDP11 opções:
[-mpic-mno-pic] [-Shopping] [-mno-extensões]
[-mextensão-mno-extensão]
[-mcpu] [-mmáquina]

alvo picoJava opções:
[-mb-mim]

alvo PowerPC opções:
[-mpwrx-mpwr2-mpwr-m601-mppc-mppc32-m603-m604
-m403-m405-mppc64-m620-mppc64bridge-mbook
-mbooke32-mbooke64]
[-mcom-muitos-maltivec] [-membro]
[-mregnames-mno-regnames]
[-mrelocável-mrelocável-lib]
[-um pouco-mlittle-endian-grande-mbi-endian]
[-msolaris-mno-solaris]

alvo SPARC opções:
[-Av6-Av7-Av8-Asparclete-Asparclito
-Av8plus-Av8plusa-Av9-Av9a]
[-xarch = v8plus-xarch = v8plusa] [-colisão]
[-32-64]

alvo TIC54X opções:
[-mcpu = 54 [123589]-mcpu = 54 [56] lp] [-mfar-mode-mf]
[-merrors-to-file -mim ]

alvo Xtensa opções:
[- [sem-] literais de seção de texto] [- [sem-] literais absolutos]
[- [no-] target-align] [- [sem-] ligações longas]
[- [sem-] transformação]
[--renomear-seção Antigo nome=novo nome]

DESCRIÇÃO


GNU as é realmente uma família de montadores. Se você usa (ou já usou) o GNU assembler no
uma arquitetura, você deve encontrar um ambiente bastante semelhante ao usá-lo em outra
arquitetura. Cada versão tem muito em comum com as outras, incluindo arquivo-objeto
formatos, a maioria das diretivas assembler (frequentemente chamadas pseudo-operações) e sintaxe do montador.

as tem como objetivo principal reunir a saída do compilador GNU C "gcc" para uso pelo
vinculador "ld". No entanto, tentamos fazer as montar corretamente tudo que
outros montadores para a mesma máquina iriam montar. Quaisquer exceções são documentadas
explicitamente. Isso não significa as sempre usa a mesma sintaxe de outro montador para o
mesma arquitetura; por exemplo, sabemos de várias versões incompatíveis de montagem 680x0
sintaxe da linguagem.

Cada vez que você corre as ele monta exatamente um programa-fonte. O programa fonte é feito
de um ou mais arquivos. (A entrada padrão também é um arquivo.)

Você dá as uma linha de comando que possui zero ou mais nomes de arquivo de entrada. Os arquivos de entrada são
ler (da esquerda para a direita). Um argumento de linha de comando (em qualquer posição) que tem
nenhum significado especial é considerado um nome de arquivo de entrada.

Se você der as sem nomes de arquivo, ele tenta ler um arquivo de entrada do as padrão
entrada, que normalmente é o seu terminal. Você pode ter que digitar ctl-D contar as não há
mais programa para montar.

Utilize -- se você precisar nomear explicitamente o arquivo de entrada padrão em sua linha de comando.

Se a fonte estiver vazia, as produz um arquivo de objeto pequeno e vazio.

as pode escrever avisos e mensagens de erro no arquivo de erro padrão (geralmente o seu
terminal). Isso não deve acontecer quando um compilador é executado as automaticamente. Avisos
relatar uma suposição feita para que as poderia continuar montando um programa defeituoso; relatório de erros
um grave problema que impede a montagem.

Se você está invocando as através do compilador GNU C, você pode usar o -Wa opção de passar
argumentos por meio do assembler. Os argumentos do montador devem ser separados de cada
outro (e o -Wa) por vírgulas. Por exemplo:

gcc -c -g -O -Wa, -alh, -L arquivo.c

Isso passa duas opções para o montador: -alh (emitir uma listagem para a saída padrão com
fonte de alto nível e de montagem) e -L (retenha os símbolos locais na tabela de símbolos).

Normalmente você não precisa usar este -Wa mecanismo, uma vez que muitos compiladores de linha de comando
as opções são passadas automaticamente para o montador pelo compilador. (Você pode chamar o GNU
driver do compilador com o -v opção para ver precisamente quais opções ele passa para cada
passo de compilação, incluindo o assembler.)

OPÇÕES


-a [cdhlmns]
Ative as listagens de várias maneiras:

-ac omitir condicionais falsos

-de Anúncios omitir diretivas de depuração

-ah incluir fonte de alto nível

-al incluir montagem

-sou incluir macro expansões

-a omitir o processamento de formulários

-Como incluem símbolos

= arquivo
defina o nome do arquivo de listagem

Você pode combinar essas opções; por exemplo, use -aln para lista de montagem sem
processamento de formulários. o = arquivo opção, se usada, deve ser a última. Por si próprio, -a
o padrão é -ahls.

--alternar
Comece no modo macro alternativo, consulte @ref {Altmacro ,, ". Altmacro"}.

-D Ignorado. Esta opção é aceita para compatibilidade de script com chamadas para outros
montadores.

--defsym sym=valor
Defina o símbolo sym ser valor antes de montar o arquivo de entrada. valor deve ser um
constante inteira. Como em C, um líder 0x indica um valor hexadecimal e um principal
0 indica um valor octal.

-f `` rápido '' --- pula os espaços em branco e o pré-processamento de comentários (assume que o código-fonte é o compilador
resultado).

-g
--gen-debug
Gere informações de depuração para cada linha de origem do assembler usando qualquer depuração
formato é o preferido pelo destino. Isso atualmente significa STABS, ECOFF ou
ANÃO2.

--gstabs
Gere informações de depuração de stabs para cada linha do montador. Isso pode ajudar na depuração
código assembler, se o depurador puder manipulá-lo.

--gstabs +
Gere informações de depuração de stabs para cada linha montadora, com extensões GNU que
provavelmente apenas o gdb pode manipular, e isso pode fazer outros depuradores travarem ou se recusarem a
leia seu programa. Isso pode ajudar a depurar o código do assembler. Atualmente o único GNU
extensão é a localização do diretório de trabalho atual no momento da montagem.

--gdwarf-2
Gere informações de depuração DWARF2 para cada linha do montador. Isso pode ajudar
depurar código assembler, se o depurador puder lidar com isso. Nota --- esta opção é apenas
suportado por alguns alvos, não todos eles.

--Socorro
Imprima um resumo das opções da linha de comando e saia.

--alvo-ajuda
Imprima um resumo de todas as opções específicas de destino e saia.

-I dir
Adicionar diretório dir à lista de pesquisa de diretivas ".include".

-J Não avise sobre estouro de sinal.

-K Emita avisos quando as tabelas de diferença são alteradas para longos deslocamentos.

-L
--keep-locals
Mantenha (na tabela de símbolos) os símbolos locais. Em sistemas a.out tradicionais, eles começam
com L, mas sistemas diferentes têm prefixos de rótulos locais diferentes.

--listing-lhs-width =número
Defina a largura máxima, em palavras, da coluna de dados de saída para uma listagem de assembler para
número.

--listing-lhs-width2 =número
Defina a largura máxima, em palavras, da coluna de dados de saída para linhas de continuação em
uma lista de assembler para número.

--listing-rhs-width =número
Defina a largura máxima de uma linha de fonte de entrada, conforme exibido em uma lista, para número
bytes.

--listing-cont-lines =número
Defina o número máximo de linhas impressas em uma lista para uma única linha de entrada para
número + 1.

-o objfile
Nomeie a saída do arquivo-objeto de as objfile.

-R Dobre a seção de dados na seção de texto.

--Estatisticas
Imprime o espaço máximo (em bytes) e o tempo total (em segundos) usados ​​pela montagem.

--strip-local-absolute
Remova os símbolos absolutos locais da tabela de símbolos de saída.

-v
-versão
Imprima o as versão.

--versão
Imprima o as versão e sair.

-W
--não avisar
Suprima mensagens de aviso.

--fatal-warnings
Trate os avisos como erros.

--avisar
Não suprima mensagens de aviso nem as trate como erros.

-w Ignorado.

-x Ignorado.

-Z Gere um arquivo de objeto mesmo após erros.

-- arquivos ...
Entrada padrão ou arquivos de origem para montar.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador ARC.

-marc [5⎪6⎪7⎪8]
Esta opção seleciona a variante do processador central.

-EB -A
Selecione a saída big-endian (-EB) ou little-endian (-EL).

As seguintes opções estão disponíveis quando configuradas para a família de processadores ARM.

-mcpu =processador[+extensão...]
Especifique qual variante do processador ARM é o destino.

-march =arquitetura[+extensão...]
Especifique qual variante da arquitetura ARM é usada pelo destino.

-mfpu =formato de ponto flutuante
Selecione qual arquitetura de ponto flutuante é o alvo.

-mfloat-abi =abi
Selecione qual ABI de ponto flutuante está em uso.

-mthumb
Habilite a decodificação de instruções somente Thumb.

-mapcs-32 -mapcs-26 -mapcs-float -mapcs-reentrante
Selecione qual convenção de chamada de procedimento está em uso.

-EB -A
Selecione a saída big-endian (-EB) ou little-endian (-EL).

-mthumb-interwork
Especifique que o código foi gerado com a interoperação entre o código Thumb e ARM
em mente.

-k Especifique se o código PIC foi gerado.

Consulte as páginas de informações para obter a documentação das opções específicas do CRIS.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador D10V.

-O Otimize a saída paralelizando as instruções.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador D30V.

-O Otimize a saída paralelizando as instruções.

-n Avisa quando nops são gerados.

-N Avisa quando um nop após uma instrução de multiplicação de 32 bits é gerada.

As seguintes opções estão disponíveis quando configuradas para o processador Intel 80960.

-ACA -ACA_A -ACB -ACC -AKA -AKB -AKC -AMC
Especifique qual variante da arquitetura 960 é o alvo.

-b Adicione o código para coletar estatísticas sobre os ramos obtidos.

-não relaxe
Não altere as instruções de comparação e ramificação para deslocamentos longos; erro se
necessário.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para a série Ubicom IP2K.

-mip2022ext
Especifica que as instruções estendidas IP2022 são permitidas.

-mip2022
Restaura o comportamento padrão, que restringe as instruções permitidas apenas ao
IP2022 básicos.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para Renesas M32R (anteriormente
Série Mitsubishi M32R).

--m32rx
Especifique qual processador da família M32R é o alvo. O padrão é normalmente o
M32R, mas esta opção muda para M32RX.

--warn-explicit-parallel-conflitos or --Wp
Produz mensagens de aviso quando construções paralelas questionáveis ​​são encontradas.

--no-warn-explicit-parallel-conflitos or --wnp
Não produza mensagens de aviso quando forem encontradas construções paralelas questionáveis.

As seguintes opções estão disponíveis quando configuradas para a série Motorola 68000.

-l Encurte as referências a símbolos indefinidos para uma palavra em vez de duas.

-m68000 -m68008 -m68010 -m68020 -m68030
-m68040 -m68060 -m68302 -m68331 -m68332
-m68333 -m68340 -mcpu32 -m5200
Especifique qual processador da família 68000 é o alvo. O padrão é normalmente o
68020, mas isso pode ser alterado no momento da configuração.

-m68881 -m68882 -mno-68881 -mno-68882
A máquina de destino possui (ou não) um coprocessador de ponto flutuante. O padrão
é assumir um coprocessador para 68020, 68030 e cpu32. Embora o 68000 básico seja
não compatível com o 68881, uma combinação dos dois pode ser especificada, uma vez que é
possível fazer emulação das instruções do coprocessador com o processador principal.

-m68851 -mno-68851
A máquina de destino possui (ou não) um coprocessador da unidade de gerenciamento de memória. o
o padrão é assumir um MMU para 68020 e superior.

Para obter detalhes sobre as opções de recursos dependentes da máquina PDP-11, consulte @ref {PDP-11-Options}.

-mpic -mno-pic
Gere código independente da posição (ou dependente da posição). O padrão é -mpic.

-Shopping
-pequenas extensões
Habilite todas as extensões do conjunto de instruções. Este é o padrão.

-mno-extensões
Desative todas as extensões do conjunto de instruções.

-mextensão -mno-extensão
Habilite (ou desabilite) uma extensão de conjunto de instruções particular.

-mcpu
Habilite as extensões do conjunto de instruções suportadas por uma CPU particular e desabilite todos
outras extensões.

-mmáquina
Habilite as extensões do conjunto de instruções suportadas por um modelo de máquina específico, e
desative todas as outras extensões.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador picoJava.

-mb Gerar saída no formato `` big endian ''.

-ml Gera saída no formato `` little endian ''.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para o Motorola 68HC11 ou
Série 68HC12.

-m68hc11 -m68hc12 -m68hcs12
Especifique qual processador é o destino. O padrão é definido pela configuração
opção ao construir o montador.

-mcurto
Especifique para usar o ABI inteiro de 16 bits.

-mong
Especifique para usar o ABI inteiro de 32 bits.

-mshort-double
Especifique o uso do ABI duplo de 32 bits.

-muito duplo
Especifique o uso do ABI duplo de 64 bits.

--force-long-branchess
Os ramos relativos são transformados em absolutos. Isso diz respeito a ramos condicionais,
ramificações incondicionais e ramificações para uma sub-rotina.

-S --short-branchess
Não transforme ramificações relativas em absolutas quando o deslocamento estiver fora do intervalo.

--strict-direct-mode
Não mude o modo de endereçamento direto para o modo de endereçamento estendido quando o
a instrução não suporta o modo de endereçamento direto.

--print-insn-sintaxe
Imprima a sintaxe da instrução em caso de erro.

--print-opcodes
imprima a lista de instruções com sintaxe e saia.

--gerar-exemplo
imprima um exemplo de instrução para cada instrução possível e saia. Esse
opção só é útil para teste as.

As seguintes opções estão disponíveis quando as está configurado para a arquitetura SPARC:

-Av6 -Av7 -Av8 -Asparclete -Asparclito
-Av8plus -Av8plusa -Av9 -Av9a
Selecione explicitamente uma variante da arquitetura SPARC.

-Av8plus e -Av8plusa selecione um ambiente de 32 bits. -Av9 e -Av9a selecione um 64 bits
ambiente.

-Av8plusa e -Av9a habilite o conjunto de instruções SPARC V9 com extensões UltraSPARC.

-xarch = v8plus -xarch = v8plusa
Para compatibilidade com o Solaris v9 assembler. Essas opções são equivalentes a
-Av8plus e -Av8plusa, respectivamente.

-colisão
Avisa quando o montador muda para outra arquitetura.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para a arquitetura 'c54x.

-mfar-mode
Ative o modo de endereçamento estendido. Todos os endereços e realocações serão estendidos
endereçamento (geralmente 23 bits).

-mcpu =CPU_VERSION
Define a versão da CPU que está sendo compilada.

-merrors-to-file NOME DO ARQUIVO
Redirecione a saída de erro para um arquivo, para sistemas quebrados que não suportam tal comportamento
na casca.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador MIPS.

-G Números
Esta opção define o maior tamanho de um objeto que pode ser referenciado implicitamente com
o registro "gp". Só é aceito para destinos que usam o formato ECOFF, como um
DECstation rodando Ultrix. O valor padrão é 8.

-EB Gerar saída no formato `` big endian ''.

-A Gera saída no formato `` little endian ''.

-mips1
-mips2
-mips3
-mips4
-mips5
-mips32
-mips32r2
-mips64
-mips64r2
Gerar código para um determinado nível de arquitetura do conjunto de instruções MIPS. -mips1 é um
apelido para -march = r3000, -mips2 é um apelido para -march = r6000, -mips3 é um apelido para
-march = r4000 e -mips4 é um apelido para -march = r8000. -mips5, -mips32, -mips32r2,
-mips64e -mips64r2 corresponde a genérico MIPS V, MIPS32, MIPS32 Solte 2, MIPS64,
e MIPS64 Solte 2 Processadores ISA, respectivamente.

-march =CPU
Gere código para uma CPU MIPS específica.

-mtune =cpu
Programe e ajuste para uma CPU MIPS específica.

-mfix7000
-mno-fix7000
Faz com que nops sejam inseridos se a leitura do registro de destino de um mfhi ou mflo
a instrução ocorre nas duas instruções a seguir.

-mdebug
-no-mdebug
Fazer com que a saída de depuração do estilo stabs vá para uma seção .mdebug do estilo ECOFF
das seções padrão ELF .stabs.

-mpdr
-mno-pdr
Controle a geração de seções ".pdr".

-mgp32
-mfp32
Os tamanhos de registro são normalmente inferidos do ISA e ABI, mas esses sinalizadores forçam um
determinado grupo de registradores deve ser tratado como uma largura de 32 bits o tempo todo. -mgp32
controla o tamanho dos registros de uso geral e -mfp32 controla o tamanho de
registradores de ponto flutuante.

-mips16
-sem mips16
Gere código para o processador MIPS 16. Isso é equivalente a colocar ".set mips16"
no início do arquivo de montagem. -sem mips16 desativa esta opção.

-mips3d
-no-mips3d
Gerar código para a extensão específica do aplicativo MIPS-3D. Isso diz ao
assembler para aceitar instruções MIPS-3D. -no-mips3d desativa esta opção.

-mdmx
-no-mdmx
Gere o código para a extensão específica do aplicativo MDMX. Isso diz ao montador
para aceitar as instruções MDMX. -no-mdmx desativa esta opção.

--construct-floats
--no-construct-floats
A --no-construct-floats opção desativa a construção de dupla largura flutuante
constantes de ponto carregando as duas metades do valor nas duas larguras
registradores de ponto flutuante que constituem o registrador de largura dupla. Por padrão
--construct-floats é selecionado, permitindo a construção destes pontos flutuantes
constantes.

--emulação =nome
Esta opção causa as emular as configurado para algum outro destino, em todos os aspectos,
incluindo formato de saída (escolhendo entre ELF e ECOFF apenas), tratamento de pseudo-
opcodes que podem gerar informações de depuração ou armazenar informações da tabela de símbolos,
e endianness padrão. Os nomes de configuração disponíveis são: mipsecoff, mim mesmo,
mipslecoff, mipsbecoff, Mipslelf, mipsbelf. Os dois primeiros não alteram o padrão
endianness daquele do alvo principal para o qual o montador foi configurado; a
outros mudam o padrão para little- ou big-endian conforme indicado pelo b or l no
nome. Usando -EB or -A irá substituir a seleção de endianness em qualquer caso.

Esta opção é atualmente suportada apenas quando o alvo principal as está configurado para
é um alvo MIPS ELF ou ECOFF. Além disso, o alvo principal ou outros especificados
com --enable-targets = ... no momento da configuração deve incluir suporte para o outro
formato, se ambos estiverem disponíveis. Por exemplo, a configuração do Irix 5 inclui
suporte para ambos.

Eventualmente, esta opção oferecerá suporte a mais configurações, com mais granularidade
controle sobre o comportamento do montador e terá suporte para mais processadores.

-nocpp
as ignora esta opção. É aceito para compatibilidade com as ferramentas nativas.

--armadilha
--sem armadilha
--pausa
--sem pausas
Controle como lidar com estouro de multiplicação e divisão por zero. --armadilha or
--sem pausas (que são sinônimos) pegam uma exceção de armadilha (e só funcionam para instrução
Definir nível de arquitetura 2 e superior); --pausa or --sem armadilha (também sinônimos, e o
padrão) faça uma exceção de pausa.

-n Quando esta opção é usada, as irá emitir um aviso sempre que gerar um nop
instrução de uma macro.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador MCore.

-jsri2bsr
-nojsri2bsr
Ative ou desative a transformação JSRI em BSR. Por padrão, isso está habilitado. o
opção de linha de comando -nojsri2bsr pode ser usado para desativá-lo.

-sifiltro
-nosifiltro
Habilite ou desabilite o comportamento do filtro de silício. Por padrão, isso está desabilitado. o
padrão pode ser substituído pelo -sifiltro opção de linha de comando.

-relaxar
Altere as instruções de salto para deslocamentos longos.

-mcpu = [210⎪340]
Selecione o tipo de cpu no hardware de destino. Isso controla quais instruções podem ser
montado.

-EB Monte para um grande alvo endian.

-A Monte para um pequeno alvo endian.

Consulte as páginas de informações para obter a documentação das opções específicas do MMIX.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador Xtensa.

--text-section-liters --não-text-seção-literais
Com --text-section-liters, pools literais são intercalados na seção de texto. o
padrão é --não-text-seção-literais, que coloca literais em uma seção separada em
o arquivo de saída. Essas opções afetam apenas os literais referenciados por meio do "L32R" relativo ao PC
instruções; literais para instruções de modo absoluto "L32R" são tratados separadamente.

--absolute-literais --não-literais absolutos
Indique ao montador se as instruções "L32R" usam absolutas ou relativas ao PC
endereçamento. O padrão é assumir o endereçamento absoluto se o processador Xtensa
inclui a opção de endereçamento "L32R" absoluta. Caso contrário, apenas o relativo ao PC
O modo "L32R" pode ser usado.

--target-align --no-target-align
Habilite ou desabilite o alinhamento automático para reduzir as penalidades da filial às custas de
alguma densidade de código. O padrão é --target-align.

--chamadas longas --sem chamadas longas
Habilite ou desabilite a transformação de instruções de chamada para permitir chamadas em um maior
gama de endereços. O padrão é --sem chamadas longas.

--transformar --sem transformação
Habilite ou desabilite todas as transformações de assembler das instruções Xtensa. O padrão
is --transformar; --sem transformação deve ser usado apenas nos casos raros, quando o
as instruções devem ser exatamente como especificadas na fonte de montagem.

Use h8300-hitachi-coff-as online usando serviços onworks.net


Ad


Ad