InglêsFrancêsAlemãoItalianoPortuguêsRussaEspanhol

favicon do OnWorks

mips64el-linux-gnuabi64-as - Online na nuvem

Execute mips64el-linux-gnuabi64-as no provedor de hospedagem gratuita OnWorks no Ubuntu Online, Fedora Online, emulador online do Windows ou emulador online do MAC OS

Este é o comando mips64el-linux-gnuabi64-as que pode ser executado no provedor de hospedagem gratuita OnWorks usando uma de nossas várias estações de trabalho online gratuitas, como Ubuntu Online, Fedora Online, emulador online Windows ou emulador online MAC OS

PROGRAMA:

NOME


AS - o montador GNU portátil.

SINOPSE


Como [-a[cdghlns] [=filete]] [--alternar] [-D]
[--compress-debug-seções] [--nocompress-debug-seções]
[--debug-prefix-map velho=novo]
[--defsym sym=onda] [-f] [-g] [--gstabs]
[--gstabs +] [--gdwarf-2] [--gdwarf-seções]
[--Socorro] [-I dir] [-J]
[-K] [-L] [--listing-lhs-width=NUM]
[--listing-lhs-width2=NUM] [--listing-rhs-width=NUM]
[--listing-cont-lines=NUM] [--keep-locals]
[-o objfile] [-R]
[- tamanho do hash=NUM] [--reduce-memory-overheads]
[--Estatisticas]
[-v] [-versão] [--versão]
[-W] [--avisar] [--fatal-warnings] [-w] [-x]
[-Z] [@ARQUIVO]
[--sectname-subst] [--size-check = [erro | aviso]]
[--alvo-ajuda] [opções de destino]
[--|arquivos ...]

alvo AAArch64 opções:
[-EB|-EL]
[-mabi=ABI]

alvo alfa opções:
[-mcpu]
[-mdebug | -no-mdebug]
[-substituir | -nosubstituir]
[-relaxar] [-g] [-Gtamanho]
[-F] [-32endereço]

alvo ARC opções:
[-mcpu =cpu]
[-mA6|-mARC600|-mARC601|-mA7|-mARC700|-mEM|-mHS]
[-mcode-density]
[-EB|-EL]

alvo ARM opções:
[-mcpu=processador[+extensão...]]
[-marchar=arquitetura[+extensão...]]
[-mfpu=formato de ponto flutuante]
[-mfloat-abi=abi]
[-meabi=ver]
[-mthumb]
[-EB|-EL]
[-mapcs-32|-mapcs-26|-mapcs-float|
-mapcs-reentrante]
[-mthumb-interwork] [-k]

alvo Blackfin opções:
[-mcpu=processador[-revisão]]
[-mfdpic]
[-mno-fdpic]
[-mnópico]

alvo CRIS opções:
[--sublinhado | - sem sublinhado]
[--foto] [-N]
[--emulation = criself | --emulation = crisaout]
[--march = v0_v10 | --march = v10 | --march = v32 | --march = common_v10_v32]

alvo D10V opções:
[-O]

alvo D30V opções:
[-O|-n|-N]

alvo EPIFANIA opções:
[-mepifania|-mepifania 16]

alvo H8 / 300 opções:
[-h-tic-hex]

alvo i386 opções:
[- 32|--x32|- 64] [-n]
[-marchar=CPU[+EXTENSÃO...]] [-mtune=CPU]

alvo i960 opções:
[-ACA|-ACA_A|-ACB|-ACC|-AKA|-AKB|
-AKC|-AMC]
[-b] [-não relaxe]

alvo IA-64 opções:
[-mconstant-gp|-mauto-pic]
[-milp32|-milp64|-mlp64|-mpxnumx]
[-mle|MBE]
[-mtune = itanium1|-mtune = itanium2]
[-munwind-check = aviso|-munwind-check = erro]
[-mhint.b = ok|-mhint.b = aviso|-mhint.b = erro]
[-x|-xplícito] [-xauto] [-xdebug]

alvo IP2K opções:
[-mip2022|-mip2022ext]

alvo M32C opções:
[-m32c|-m16c] [-relaxar] [-h-tick-hex]

alvo M32R opções:
[--m32rx|- [no-] warn-explicit-parallel-conflitos|
--W [n] p]

alvo M680X0 opções:
[-l] [-m68000|-m68010|-m68020| ...]

alvo M68HC11 opções:
[-m68hc11|-m68hc12|-m68hcs12|-mm9s12x|-mm9s12xg]
[-mcurto|-mong]
[-mshort-double|-muito duplo]
[--force-long-branchs] [--ramos curtos]
[--strict-direct-mode] [--print-insn-sintaxe]
[--print-opcodes] [--gerar-exemplo]

alvo MCORE opções:
[-jsri2bsr] [-sifiltro] [-relaxar]
[-mcpu = [210 | 340]]

alvo meta opções:
[-mcpu =cpu] [-mfpu =cpu] [-mdsp =cpu] alvo MICROBLAZE opções:

alvo MIPS opções:
[-nocpp] [-EL] [-EB] [-O[otimização nível]]
[-g[depurar nível]] [-G Números] [-KPIC] [-call_shared]
[-non_shared] [-xgot [-mvxworks-pic]
[-mabi=ABI] [-32] [-n32] [-64] [-mfp32] [-mgp32]
[-mfp64] [-mgp64] [-mfpxx]
[-modd-spreg] [-mno-odd-spreg]
[-marchar=CPU] [-mtune=CPU] [-mips1] [-mips2]
[-mips3] [-mips4] [-mips5] [-mips32] [-mips32r2]
[-mips32r3] [-mips32r5] [-mips32r6] [-mips64] [-mips64r2]
[-mips64r3] [-mips64r5] [-mips64r6]
[-construir-flutuadores] [-no-construct-floats]
[-mnan =codificação]
[-armadilha] [-sem pausas] [-pausa] [-não-armadilha]
[-mips16] [-sem mips16]
[-mmicromips] [-mno-micromips]
[-msmartmips] [-mno-smartmips]
[-mips3d] [-no-mips3d]
[-mdmx] [-no-mdmx]
[-mdsp] [-mno-dsp]
[-mdspr2] [-mno-dspr2]
[-mmsa] [-mno-msa]
[-mxpa] [-mno-xpa]
[-mmt] [-mno-mt]
[-mmcu] [-mno-mcu]
[-minsn32] [-mno-insn32]
[-mfix7000] [-mno-fix7000]
[-mfix-rm7000] [-mno-fix-rm7000]
[-mfix-vr4120] [-mno-fix-vr4120]
[-mfix-vr4130] [-mno-fix-vr4130]
[-mdebug] [-no-mdebug]
[-mpdr] [-mno-pdr]

alvo MMIX opções:
[--fixed-special-register-names] [--globalize-symbols]
[--gnu-sintaxe] [--relaxar] [- sem símbolos predefinidos]
[--sem expansão] [--no-merge-gregs] [-x]
[--linker-alocado-gregs]

alvo Nios II opções:
[-relaxar-tudo] [-secção de relaxamento] [-não relaxe]
[-EB] [-EL]

alvo NDS32 opções:
[-EL] [-EB] [-O] [-Os] [-mcpu =cpu]
[-misa =isa] [-mabi =abi] [-pequeno-rama]
[-m [não-] 16 bits] [-m [no-] perf-ext] [-m [no-] perf2-ext]
[-m [sem-] string-ext] [-m [no-] dsp-ext] [-m [no-] mac] [-m [no-] div]
[-m [no-] audio-isa-ext] [-m [no-] fpu-sp-ext] [-m [no-] fpu-dp-ext]
[-m [no-] fpu-fma] [-mfpu-freg =FREG] [-mreduced-regs]
[-mfull-regs] [-m [no-] dx-regs] [-mpic] [-mno-relaxar]
[-mb2bb]

alvo PDP11 opções:
[-mpic|-mno-pic] [-Shopping] [-mno-extensões]
[-mextensão|-mno-extensão]
[-mcpu] [-mmáquina]

alvo picoJava opções:
[-mb|-mim]

alvo PowerPC opções:
[.A32|.A64]
[-mpwrx|-mpwr2|-mpwr|-m601|-mppc|-mppc32|-m603|-m604|-m403|-m405|
-m440|-m464|-m476|-m7400|-m7410|-m7450|-m7455|-m750cl|-mppc64|
-m620|-me500|-e500x2|-me500mc|-me500mc64|-me5500|-me6500|-mppc64bridge|
-mbook|-mpower4|-mpwr4|-mpower5|-mpwr5|-mpwr5x|-mpower6|-mpwr6|
-mpower7|-mpwr7|-mpower8|-mpwr8|-mpower9|-mpwr9-ma2|
-mcell|-mspe|-mtitã|-me300|-mcom]
[-muitos] [-maltivec|-mvsx|-mhtm|-mvle]
[-mregnames|-mno-regnames]
[-mrelocável|-mrelocável-lib|-K PIC] [-membro]
[-um pouco|-mlittle-endian|Eles|-grande|-mbi-endian|-estar]
[-msolaris|-mno-solaris]
[-nops =contar]

alvo RL78 opções:
[-mg10]
[-m32bit-doubles|-m64bit-doubles]

alvo RX opções:
[-mlittle-endian|-mbi-endian]
[-m32bit-doubles|-m64bit-doubles]
[-muse-convencional-seção-nomes]
[-msmall-data-limit]
[-mpid]
[-mrelax]
[-mint-register =número]
[-mgcc-abi|-mrx-abi]

alvo s390 opções:
[-m31|-m64] [-mesa|-mzarch] [-marchar=CPU]
[-mregnames|-mno-regnames]
[-mwarn-areg-zero]

alvo PONTO opções:
[-EB][-EL][-FIXDD][-NOWARN]
[-PONTUAÇÃO5][-PONTUAÇÃO 5U][-PONTUAÇÃO7][-PONTUAÇÃO3]
[-march = score7][-march = score3]
[-USE_R1][-KPIC][-O0][-G Números][-V]

alvo SPARC opções:
[-Av6|-Av7|-Av8|-Asparclete|-Asparclito
-Av8plus|-Av8plusa|-Av9|-Av9a]
[-xarch = v8plus|-xarch = v8plusa] [-colisão]
[-32|-64]

alvo TIC54X opções:
[-mcpu = 54 [123589]|-mcpu = 54 [56] lp] [-mfar-mode|-mf]
[-merrors-to-file |-mim ]

alvo TIC6X opções:
[-march =arco] [-mbi-endian|-mlittle-endian]
[-mdsbt|-mno-dsbt] [-mpid = não|-mpid = perto|-mpid = far]
[-mpic|-mno-pic]

alvo TELHA-Gx opções:
[-m32|-m64][-EB][-EL]

alvo Visium opções:
[-mtune =arco]

alvo Xtensa opções:
[- [sem-] literais de seção de texto] [- [sem-] piscinas com iluminação automática]
[- [sem-] literais absolutos]
[- [no-] target-align] [- [sem-] ligações longas]
[- [sem-] transformação]
[--renomear-seção Antigo nome=novo nome]
[- [não-] trampolins]

alvo Z80 opções:
[-z80] [-r800]
[ -ignore-undocumented-instruções] [-Wnud]
[ -ignore-unportable-instruções] [-Wnup]
[ -warn-undocumented-instruções] [-Wud]
[ instruções -warn-unportable] [-Wup]
[ -forbid-undocumented-instruções] [-Fud]
[ -forbid-unportable-instruções] [-Fup]

DESCRIÇÃO


GNU as é realmente uma família de montadores. Se você usa (ou já usou) o GNU assembler no
uma arquitetura, você deve encontrar um ambiente bastante semelhante ao usá-lo em outra
arquitetura. Cada versão tem muito em comum com as outras, incluindo arquivo-objeto
formatos, a maioria das diretivas assembler (frequentemente chamadas pseudo-operações) e sintaxe do montador.

as tem como objetivo principal reunir a saída do compilador GNU C "gcc" para uso pelo
vinculador "ld". No entanto, tentamos fazer as montar corretamente tudo que
outros montadores para a mesma máquina iriam montar. Quaisquer exceções são documentadas
explicitamente. Isso não significa as sempre usa a mesma sintaxe de outro montador para o
mesma arquitetura; por exemplo, sabemos de várias versões incompatíveis de montagem 680x0
sintaxe da linguagem.

Cada vez que você corre as ele monta exatamente um programa-fonte. O programa fonte é feito
de um ou mais arquivos. (A entrada padrão também é um arquivo.)

Você dá as uma linha de comando que possui zero ou mais nomes de arquivo de entrada. Os arquivos de entrada são
ler (da esquerda para a direita). Um argumento de linha de comando (em qualquer posição) que tem
nenhum significado especial é considerado um nome de arquivo de entrada.

Se você der as sem nomes de arquivo, ele tenta ler um arquivo de entrada do as padrão
entrada, que normalmente é o seu terminal. Você pode ter que digitar ctl-D contar as não há
mais programa para montar.

Utilização -- se você precisar nomear explicitamente o arquivo de entrada padrão em sua linha de comando.

Se a fonte estiver vazia, as produz um arquivo de objeto pequeno e vazio.

as pode escrever avisos e mensagens de erro no arquivo de erro padrão (geralmente o seu
terminal). Isso não deve acontecer quando um compilador é executado as automaticamente. Avisos
relatar uma suposição feita para que as poderia continuar montando um programa defeituoso; relatório de erros
um grave problema que impede a montagem.

Se você está invocando as através do compilador GNU C, você pode usar o -Wa opção de passar
argumentos por meio do assembler. Os argumentos do montador devem ser separados de cada
outro (e o -Wa) por vírgulas. Por exemplo:

gcc -c -g -O -Wa, -alh, -L arquivo.c

Isso passa duas opções para o montador: -alh (emitir uma listagem para a saída padrão com
fonte de alto nível e de montagem) e -L (retenha os símbolos locais na tabela de símbolos).

Normalmente você não precisa usar este -Wa mecanismo, uma vez que muitos compiladores de linha de comando
as opções são passadas automaticamente para o montador pelo compilador. (Você pode chamar o GNU
driver do compilador com o -v opção para ver precisamente quais opções ele passa para cada
passo de compilação, incluindo o assembler.)

OPÇÕES


@filete
Leia as opções de linha de comando de filete. As opções lidas são inseridas no lugar do
original @filete opção. Se filete não existe ou não pode ser lido, então a opção
será tratado literalmente e não removido.

Opções em filete são separados por espaços em branco. Um caractere de espaço em branco pode ser incluído
em uma opção, colocando toda a opção entre aspas simples ou duplas. Algum
caractere (incluindo uma barra invertida) pode ser incluído prefixando o caractere a ser
incluído com uma barra invertida. o filete pode conter @ adicionaisfilete opções; algum
essas opções serão processadas recursivamente.

-a [cdghlmns]
Ative as listagens de várias maneiras:

-ac omitir condicionais falsos

-de Anúncios omitir diretivas de depuração

-ag incluem informações gerais, como versão e opções passadas

-ah incluir fonte de alto nível

-al incluir montagem

-sou incluir macro expansões

-a omitir o processamento de formulários

-Como incluem símbolos

= arquivo
defina o nome do arquivo de listagem

Você pode combinar essas opções; por exemplo, use -aln para lista de montagem sem
processamento de formulários. o = arquivo opção, se usada, deve ser a última. Por si próprio, -a
o padrão é -ahls.

--alternar
Comece no modo macro alternativo.

--compress-debug-seções
Compacte as seções de depuração DWARF usando zlib com SHF_COMPRESSED do ELF ABI. o
arquivo de objeto resultante pode não ser compatível com vinculadores mais antigos e arquivo de objeto
Serviços de utilidade pública. Observe se a compressão faria uma determinada seção Maior então não é
comprimido.

--compress-debug-Section = none
--compress-debug-seções = zlib
--compress-debug-Section = zlib-gnu
--compress-debug-Section = zlib-gabi
Essas opções controlam como as seções de depuração DWARF são compactadas.
--compress-debug-Section = none é equivalente a --nocompress-debug-seções.
--compress-debug-seções = zlib e --compress-debug-Section = zlib-gabi são equivalentes
para --compress-debug-seções. --compress-debug-Section = zlib-gnu comprime DWARF
depurar seções usando zlib. As seções de depuração são renomeadas para começar .zdebug.
Observe se a compressão faria uma determinada seção Maior então não é comprimido nem
renomeado.

--nocompress-debug-seções
Não comprima seções de depuração DWARF. Este é geralmente o padrão para todos os destinos
exceto o x86 / x86_64, mas uma opção de tempo de configuração pode ser usada para substituir isso.

-D Ignorado. Esta opção é aceita para compatibilidade de script com chamadas para outros
montadores.

--debug-prefix-map velho=novo
Ao montar arquivos no diretório velho, registre informações de depuração descrevendo-os
como em novo ao invés.

--defsym sym=valor
Defina o símbolo sym ser valor antes de montar o arquivo de entrada. valor deve ser um
constante inteira. Como em C, um líder 0x indica um valor hexadecimal e um principal
0 indica um valor octal. O valor do símbolo pode ser sobrescrito dentro de uma fonte
arquivo através do uso de um pseudo-op ".set".

-f "rápido" --- pula os espaços em branco e o pré-processamento de comentários (assume que a fonte é a saída do compilador).

-g
--gen-debug
Gere informações de depuração para cada linha de origem do assembler usando qualquer depuração
formato é o preferido pelo destino. Isso atualmente significa STABS, ECOFF ou
ANÃO2.

--gstabs
Gere informações de depuração de stabs para cada linha do montador. Isso pode ajudar na depuração
código assembler, se o depurador puder manipulá-lo.

--gstabs +
Gere informações de depuração de stabs para cada linha montadora, com extensões GNU que
provavelmente apenas o gdb pode manipular, e isso pode fazer outros depuradores travarem ou se recusarem a
leia seu programa. Isso pode ajudar a depurar o código do assembler. Atualmente o único GNU
extensão é a localização do diretório de trabalho atual no momento da montagem.

--gdwarf-2
Gere informações de depuração DWARF2 para cada linha do montador. Isso pode ajudar
depurar código assembler, se o depurador puder lidar com isso. Nota --- esta opção é apenas
suportado por alguns alvos, não todos eles.

--gdwarf-seções
Em vez de criar uma seção .debug_line, crie uma série de .debug_line.Foo seções
onde Foo é o nome da seção de código correspondente. Por exemplo, uma seção de código
chamado .text.func terá a informação do número da linha anã colocada em uma seção
chamado .debug_line.text.func. Se a seção de código for apenas chamada .texto então depure
a seção de linha ainda será chamada apenas .debug_line sem qualquer sufixo.

--size-check = erro
--size-check = aviso
Emite um erro ou aviso para diretiva ELF .size inválida.

--Socorro
Imprima um resumo das opções da linha de comando e saia.

--alvo-ajuda
Imprima um resumo de todas as opções específicas de destino e saia.

-I dir
Adicionar diretório dir à lista de pesquisa de diretivas ".include".

-J Não avise sobre estouro de sinal.

-K Emita avisos quando as tabelas de diferença são alteradas para longos deslocamentos.

-L
--keep-locals
Mantenha (na tabela de símbolos) os símbolos locais. Esses símbolos começam com específicos do sistema
prefixos de rótulos locais, normalmente .L para sistemas ELF ou L para sistemas a.out tradicionais.

--listing-lhs-width =número
Defina a largura máxima, em palavras, da coluna de dados de saída para uma listagem de assembler para
número.

--listing-lhs-width2 =número
Defina a largura máxima, em palavras, da coluna de dados de saída para linhas de continuação em
uma lista de assembler para número.

--listing-rhs-width =número
Defina a largura máxima de uma linha de fonte de entrada, conforme exibido em uma lista, para número
bytes.

--listing-cont-lines =número
Defina o número máximo de linhas impressas em uma lista para uma única linha de entrada para
número + 1.

-o objfile
Nomeie a saída do arquivo-objeto de as objfile.

-R Dobre a seção de dados na seção de texto.

--hash-size =número
Defina o tamanho padrão das tabelas de hash do GAS para um número primo próximo a número.
Aumentar esse valor pode reduzir o tempo que o montador leva para executar
suas tarefas, às custas de aumentar os requisitos de memória do montador.
Reduzir da mesma forma este valor pode reduzir os requisitos de memória às custas de
Rapidez.

--reduce-memory-overheads
Esta opção reduz os requisitos de memória do GAS, às custas de fazer a montagem
processos mais lentos. Atualmente, esta opção é um sinônimo para --hash-size = 4051, mas no
no futuro, pode ter outros efeitos também.

--sectname-subst
Respeite as sequências de substituição nos nomes das seções.

--Estatisticas
Imprime o espaço máximo (em bytes) e o tempo total (em segundos) usados ​​pela montagem.

--strip-local-absolute
Remova os símbolos absolutos locais da tabela de símbolos de saída.

-v
-versão
Imprima o as versão.

--versão
Imprima o as versão e sair.

-W
--não avisar
Suprima mensagens de aviso.

--fatal-warnings
Trate os avisos como erros.

--avisar
Não suprima mensagens de aviso nem as trate como erros.

-w Ignorado.

-x Ignorado.

-Z Gere um arquivo de objeto mesmo após erros.

-- | arquivos ...
Entrada padrão ou arquivos de origem para montar.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para o modo de 64 bits do ARM
Arquitetura (AArch64).

-EB Esta opção especifica que a saída gerada pelo montador deve ser marcada como
sendo codificado para um processador big-endian.

-EL Esta opção especifica que a saída gerada pelo montador deve ser marcada como
sendo codificado para um processador little-endian.

-mabi =abi
Especifique qual ABI o código-fonte usa. Os argumentos reconhecidos são: "ilp32" e
"lp64", que decide o arquivo de objeto gerado no formato ELF32 e ELF64
respectivamente. O padrão é "lp64".

-mcpu =processador[+extensão...]
Esta opção especifica o processador de destino. O montador irá emitir uma mensagem de erro
se for feita uma tentativa de montar uma instrução que não será executada no alvo
processador. Os seguintes nomes de processador são reconhecidos: "cortex-a35", "cortex-a53",
"cortex-a57", "cortex-a72", "exynos-m1", "qdf24xx", "thunderx", "xgene1" e "xgene2".
O nome especial "todos" pode ser usado para permitir que o montador aceite instruções válidas
para qualquer processador compatível, incluindo todas as extensões opcionais.

Além do conjunto de instruções básicas, o montador pode ser instruído a aceitar, ou
restringir, vários mnemônicos de extensão que estendem o processador.

Se algumas implementações de um determinado processador podem ter uma extensão, então
essas extensões são ativadas automaticamente. Consequentemente, você normalmente não terá
para especificar quaisquer extensões adicionais.

-march =arquitetura[+extensão...]
Esta opção especifica a arquitetura de destino. O montador irá emitir um erro
mensagem se for feita uma tentativa de montar uma instrução que não será executada no
arquitetura alvo. Os seguintes nomes de arquitetura são reconhecidos: "armv8-a",
"armv8.1-a" e "armv8.2-a".

Se ambos -mcpu e -marchar forem especificados, o montador usará a configuração para -mcpu.
Se nenhum dos dois for especificado, o montador assumirá como padrão -mcpu = all.

A opção de arquitetura pode ser estendida com a mesma extensão de conjunto de instruções
opções como o -mcpu opção. diferente -mcpu, as extensões nem sempre são ativadas por
padrão

-mverbose-erro
Esta opção ativa mensagens de erro detalhadas para o gás AArch64. Esta opção é habilitada por
padrão.

-mno-verbose-error
Esta opção desativa mensagens de erro detalhadas no gás AArch64.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador Alpha.

-mcpu
Esta opção especifica o processador de destino. Se for feita uma tentativa de montar um
instrução que não será executada no processador de destino, o montador pode
expanda a instrução como uma macro ou emita uma mensagem de erro. Esta opção é
equivalente à diretiva ".arch".

Os seguintes nomes de processador são reconhecidos: 21064, "21064a", 21066, 21068, 21164,
"21164a", "21164pc", 21264, "21264a", "21264b", "ev4", "ev5", "lca45", "ev5", "ev56",
"pca56", "ev6", "ev67", "ev68". O nome especial "todos" pode ser usado para permitir o
assembler para aceitar instruções válidas para qualquer processador Alpha.

A fim de apoiar a prática existente em OSF / 1 em relação a ".arch", e
prática dentro MILO (o bootloader ARC do Linux), os nomes dos processadores numerados (por exemplo
21064) habilitar as instruções de código PAL específicas do processador, enquanto o "eletro-vlasic"
nomes (por exemplo, "ev4") não.

-mdebug
-no-mdebug
Habilita ou desabilita a geração de encapsulamento ".mdebug" para diretivas de stabs e
descritores de procedimento. O padrão é habilitar automaticamente ".mdebug" quando o
primeira diretiva de punhaladas é vista.

-relaxar
Esta opção força todas as realocações a serem colocadas no arquivo objeto, em vez de salvar
espaço e resolver algumas realocações em tempo de montagem. Observe que esta opção não
propaga toda a aritmética de símbolo para o arquivo de objeto, porque nem todos os símbolos
aritmética pode ser representada. No entanto, a opção ainda pode ser útil em
aplicações.

-substituir
-nosubstituir
Habilita ou desabilita a otimização de chamadas de procedimento, tanto na montagem quanto na
tempo de link. Essas opções estão disponíveis apenas para destinos VMS e "-replace" é o
predefinição. Consulte a seção 1.4.1 do Manual do Utilitário OpenVMS Linker.

-g Esta opção é usada quando o compilador gera informações de depuração. Quando gcc está usando
mips-tfile para gerar informações de depuração para ECOFF, rótulos locais devem ser passados
através do arquivo de objeto. Caso contrário, esta opção não tem efeito.

-Gtamanho
Um símbolo comum local maior que tamanho é colocado em ".bss", enquanto os símbolos menores são
colocado em ".sbss".

-F
-32endereço
Essas opções são ignoradas para compatibilidade com versões anteriores.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador ARC.

-mcpu =cpu
Esta opção seleciona a variante do processador central.

-EB | -EL
Selecione a saída big-endian (-EB) ou little-endian (-EL).

-mcode-density
Habilite as instruções de extensão de densidade de código.

As seguintes opções estão disponíveis quando configuradas para a família de processadores ARM.

-mcpu =processador[+extensão...]
Especifique qual variante do processador ARM é o destino.

-march =arquitetura[+extensão...]
Especifique qual variante da arquitetura ARM é usada pelo destino.

-mfpu =formato de ponto flutuante
Selecione qual arquitetura de ponto flutuante é o alvo.

-mfloat-abi =abi
Selecione qual ABI de ponto flutuante está em uso.

-mthumb
Habilite a decodificação de instruções somente Thumb.

-mapcs-32 | -mapcs-26 | -mapcs-float | -mapcs-reentrante
Selecione qual convenção de chamada de procedimento está em uso.

-EB | -EL
Selecione a saída big-endian (-EB) ou little-endian (-EL).

-mthumb-interwork
Especifique que o código foi gerado com a interoperação entre o código Thumb e ARM
em mente.

-mccs
Ativa o modo de compatibilidade de sintaxe de assembly do CodeComposer Studio.

-k Especifique se o código PIC foi gerado.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para o processador Blackfin
família.

-mcpu =processador[-revisão]
Esta opção especifica o processador de destino. O opcional revisão não é usado em
montador. É aqui que o GCC pode facilmente passar sua opção "-mcpu =". o
o assembler irá emitir uma mensagem de erro se for feita uma tentativa de montar uma instrução
que não será executado no processador de destino. Os seguintes nomes de processador são
reconhecido: "bf504", "bf506", "bf512", "bf514", "bf516", "bf518", "bf522", "bf523",
"bf524", "bf525", "bf526", "bf527", "bf531", "bf532", "bf533", "bf534", "bf535" (não
implementado ainda), "bf536", "bf537", "bf538", "bf539", "bf542", "bf542m", "bf544",
"bf544m", "bf547", "bf547m", "bf548", "bf548m", "bf549", "bf549m", "bf561" e
"bf592".

-mfdpic
Monte para o FDPIC ABI.

-mno-fdpic
-mnópico
Desative -mfdpic.

Consulte as páginas de informações para obter a documentação das opções específicas do CRIS.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador D10V.

-O Otimize a saída paralelizando as instruções.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador D30V.

-O Otimize a saída paralelizando as instruções.

-n Avisa quando nops são gerados.

-N Avisa quando um nop após uma instrução de multiplicação de 32 bits é gerada.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador Epiphany.

-mepifania
Especifica que as instruções de 32 e 16 bits são permitidas. Este é o padrão
comportamento.

-mepifania 16
Restringe as instruções permitidas apenas ao conjunto de 16 bits.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador H8 / 300.
@capítulo H8 / 300 Recursos dependentes

Opções
A versão Renesas H8 / 300 de "as" tem uma opção dependente da máquina:

-h-tick-hex
Suporta constantes hexadecimais do estilo H'00 além do estilo 0x00.

-mach =nome
Define a variante da máquina H8300. Os seguintes nomes de máquina são reconhecidos: "h8300h",
"h8300hn", "h8300s", "h8300sn", "h8300sx" e "h8300sxn".

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador i386.

- 32 | --x32 | - 64
Selecione o tamanho da palavra, 32 bits ou 64 bits. - 32 implica Intel i386
arquitetura, enquanto --x32 e - 64 implica arquitetura AMD x86-64 com 32 bits ou 64 bits
tamanho da palavra, respectivamente.

Essas opções estão disponíveis apenas com o formato de arquivo de objeto ELF e exigem que o
o suporte BFD necessário foi incluído (em uma plataforma de 32 bits, você deve adicionar
--enable-64-bit-bfd para configurar, habilitar o uso de 64 bits e usar x86-64 como destino
plataforma).

-n Por padrão, x86 GAS substitui várias instruções nop usadas para alinhamento dentro do código
seções com instruções nop multibyte, como leal 0 (% esi, 1),% esi. Este interruptor
desativa a otimização.

--dividir
Em plataformas derivadas de SVR4, o personagem / é tratado como um caractere de comentário, que
significa que não pode ser usado em expressões. o --dividir opção vira / em uma
caráter normal. Isso não desativa / no início de uma linha começando um
comentar ou afetar usando # para começar um comentário.

-march =CPU[+EXTENSÃO...]
Esta opção especifica o processador de destino. O montador irá emitir uma mensagem de erro
se for feita uma tentativa de montar uma instrução que não será executada no alvo
processador. Os seguintes nomes de processador são reconhecidos: "i8086", "i186", "i286",
"i386", "i486", "i586", "i686", "pentium", "pentiumpro", "pentiumii", "pentiumiii",
"pentium4", "prescott", "nocona", "core", "core2", "corei7", "l1om", "k1om", "iamcu",
"k6", "k6_2", "Athlon", "opteron", "k8", "amdfam10", "bdver1", "bdver2", "bdver3",
"bdver4", "znver1", "btver1", "btver2", "generic32" e "generic64".

Além do conjunto de instruções básicas, o montador pode ser instruído a aceitar vários
extensão mnemônica. Por exemplo, "-march = i686 + sse4 + vmx" estende i686 com sse4 e
vmx. As seguintes extensões são atualmente suportadas: 8087, 287, 387, "no87", "mmx",
"nommx", "sse", "sse2", "sse3", "ssse3", "sse4.1", "sse4.2", "sse4", "nosse", "avx",
"avx2", "adx", "rdseed", "prfchw", "smap", "mpx", "sha", "prefetchwt1", "clflushopt",
"se1", "clwb", "pcommit", "avx512f", "avx512cd", "avx512er", "avx512pf", "avx512vl",
"avx512bw", "avx512dq", "avx512ifma", "avx512vbmi", "noavx", "vmx", "vmfunc", "smx",
"xsave", "xsaveopt", "xsavec", "xsaves", "aes", "pclmul", "fsgsbase", "rdrnd", "f16c",
"bmi2", "fma", "movbe", "ept", "lzcnt", "hle", "rtm", "invpcid", "clflush", "mwaitx",
"clzero", "lwp", "fma4", "xop", "cx16", "syscall", "rdtscp", "3dnow", "3dnowa",
"sse4a", "sse5", "svme", "abm" e "cadeado". Observe que ao invés de estender um básico
conjunto de instruções, os mnemônicos de extensão começando com "não" revogam o respectivo
funcionalidade.

Quando a diretiva ".arch" é usada com -marchar, a diretiva ".arch" tomará
precedente.

-mtune =CPU
Esta opção especifica um processador para otimizar. Quando usado em conjunto com o
-marchar opção, apenas instruções do processador especificado pelo -marchar opção vai
ser gerado.

Válido CPU os valores são idênticos à lista de processadores de -march =CPU.

-msse2avx
Esta opção especifica que o montador deve codificar as instruções SSE com VEX
prefixo.

-msse-check =Nenhum
-msse-check =aviso
-msse-check =erro
Essas opções controlam se o montador deve verificar as instruções SSE.
-msse-check =Nenhum fará com que o montador não verifique as instruções SSE, que é o
padrão. -msse-check =aviso fará com que o montador emita um aviso para qualquer SSE
instrução. -msse-check =erro fará com que o montador emita um erro para qualquer SSE
instrução.

-mavxscalar =128
-mavxscalar =256
Essas opções controlam como o montador deve codificar as instruções AVX escalares.
-mavxscalar =128 irá codificar instruções AVX escalares com comprimento de vetor de 128 bits, que
é o padrão. -mavxscalar =256 irá codificar instruções AVX escalares com 256 bits
comprimento do vetor.

-mevexlig =128
-mevexlig =256
-mevexlig =512
Essas opções controlam como o montador deve codificar EVEX por comprimento ignorado (LIG)
instruções. -mevexlig =128 irá codificar as instruções LIG EVEX com vetor de 128 bits
comprimento, que é o padrão. -mevexlig =256 e -mevexlig =512 irá codificar LIG EVEX
instruções com comprimento de vetor de 256 bits e 512 bits, respectivamente.

-mevexwig =0
-mevexwig =1
Essas opções controlam como o montador deve codificar EVEX w-ignorado (WIG)
instruções. -mevexwig =0 irá codificar as instruções WIG EVEX com evex.w = 0, que é
o padrão. -mevexwig =1 irá codificar as instruções WIG EVEX com evex.w = 1.

-mmnemônico =para
-mmnemônico =intel
Esta opção especifica o mnemônico de instrução para instruções de correspondência. o
As diretivas ".att_mnemonic" e ".intel_mnemonic" terão precedência.

-msyntax =para
-msyntax =intel
Esta opção especifica a sintaxe da instrução ao processar as instruções. o
As diretivas ".att_syntax" e ".intel_syntax" terão precedência.

-mnaked-reg
Esta opção especifica que os registros não requerem um % prefixo. O ".att_syntax" e
As diretivas ".intel_syntax" terão precedência.

-madd-bnd-prefixo
Esta opção força o montador a adicionar o prefixo BND a todos os ramos, mesmo que tal
prefixo não foi especificado explicitamente no código-fonte.

-mno-compartilhado
No alvo ELF, o montador normalmente otimiza as realocações não PLT contra
alvos globais não fracos definidos com visibilidade padrão. o -mshared opção
diz ao montador para gerar o código que pode ir para uma biblioteca compartilhada onde todos os
alvos de filial globais fracos com visibilidade padrão podem ser eliminados. O resultado
o código é um pouco maior. Esta opção afeta apenas o manuseio do ramo
instruções.

-mbig-obj
No destino x86-64 PE / COFF, esta opção força o uso de formato de arquivo de objeto grande, que
permite mais de 32768 seções.

-momit-lock-prefix =não
-momit-lock-prefix =sim
Essas opções controlam como o montador deve codificar o prefixo de bloqueio. Esta opção é
pretende ser uma solução alternativa para processadores, que falham no prefixo de bloqueio. Esta opção pode
ser usado com segurança apenas com computadores de núcleo único e thread único -momit-lock-prefix =sim
irá omitir todos os prefixos de bloqueio. -momit-lock-prefix =não irá codificar o prefixo de bloqueio como de costume,
que é o padrão.

-mrelax-relocations =não
-mrelax-relocations =sim
Essas opções controlam se o montador deve gerar realocações relaxadas,
R_386_GOT32X, no modo de 32 bits, ou R_X86_64_GOTPCRELX e R_X86_64_REX_GOTPCRELX, em
Modo de 64 bits. -mrelax-relocations =sim irá gerar relocações relaxantes.
-mrelax-relocations =não não irá gerar relocações de relaxamento. O padrão pode ser
controlado por uma opção de configuração --enable-x86-relax-relocations.

-mevexrcig =rne
-mevexrcig =rd
-mevexrcig =ru
-mevexrcig =rz
Essas opções controlam como o montador deve codificar as instruções EVEX somente SAE.
-mevexrcig =rne codificará os bits RC da instrução EVEX com 00, que é o padrão.
-mevexrcig =rd, -mevexrcig =ru e -mevexrcig =rz irá codificar instruções EVEX somente SAE
com 01, 10 e 11 bits RC, respectivamente.

-mamd64
-mintel64
Esta opção especifica que o montador deve aceitar apenas AMD64 ou Intel64 ISA em
Modo de 64 bits. O padrão é aceitar ambos.

As seguintes opções estão disponíveis quando configuradas para o processador Intel 80960.

-ACA | -ACA_A | -ACB | -ACC | -AKA | -AKB | -AKC | -AMC
Especifique qual variante da arquitetura 960 é o alvo.

-b Adicione o código para coletar estatísticas sobre os ramos obtidos.

-não relaxe
Não altere as instruções de comparação e ramificação para deslocamentos longos; erro se
necessário.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para a série Ubicom IP2K.

-mip2022ext
Especifica que as instruções estendidas IP2022 são permitidas.

-mip2022
Restaura o comportamento padrão, que restringe as instruções permitidas apenas ao
IP2022 básicos.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para Renesas M32C e M16C
processadores.

-m32c
Monte as instruções do M32C.

-m16c
Monte as instruções M16C (o padrão).

-relaxar
Habilite o suporte para relaxamentos de link-time.

-h-tick-hex
Suporta constantes hexadecimais do estilo H'00 além do estilo 0x00.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para Renesas M32R (anteriormente
Série Mitsubishi M32R).

--m32rx
Especifique qual processador da família M32R é o alvo. O padrão é normalmente o
M32R, mas esta opção muda para M32RX.

--warn-explicit-parallel-conflitos or --Wp
Produz mensagens de aviso quando construções paralelas questionáveis ​​são encontradas.

--no-warn-explicit-parallel-conflitos or --Wnp
Não produza mensagens de aviso quando forem encontradas construções paralelas questionáveis.

As seguintes opções estão disponíveis quando configuradas para a série Motorola 68000.

-l Encurte as referências a símbolos indefinidos para uma palavra em vez de duas.

-m68000 | -m68008 | -m68010 | -m68020 | -m68030
| -m68040 | -m68060 | -m68302 | -m68331 | -m68332
| -m68333 | -m68340 | -mcpu32 | -m5200
Especifique qual processador da família 68000 é o alvo. O padrão é normalmente o
68020, mas isso pode ser alterado no momento da configuração.

-m68881 | -m68882 | -mno-68881 | -mno-68882
A máquina de destino possui (ou não) um coprocessador de ponto flutuante. O padrão
é assumir um coprocessador para 68020, 68030 e cpu32. Embora o 68000 básico seja
não compatível com o 68881, uma combinação dos dois pode ser especificada, uma vez que é
possível fazer emulação das instruções do coprocessador com o processador principal.

-m68851 | -mno-68851
A máquina de destino possui (ou não) um coprocessador da unidade de gerenciamento de memória. o
o padrão é assumir um MMU para 68020 e superior.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador Altera Nios II.

-secção de relaxamento
Substitua os ramos fora do intervalo identificados por sequências "jmp" relativas ao PC quando
possível. As sequências de código geradas são adequadas para uso em sistemas independentes de posição
código, mas há um limite prático no intervalo estendido de ramificação por causa do
comprimento das sequências. Esta opção é o padrão.

-relaxar-tudo
Substitua as instruções de desvio não determináveis ​​como estando dentro do alcance e todas as instruções de chamada
com as sequências "jmp" e "callr" (respectivamente). Esta opção gera absoluto
relocações em relação aos símbolos alvo e não é apropriado para independente de posição
código.

-não relaxe
Não substitua nenhuma ramificação ou chamada.

-EB Gerar saída big-endian.

-EL Gerar saída little-endian. Este é o padrão.

-march =arquitetura
Esta opção especifica a arquitetura de destino. O montador emite uma mensagem de erro
se for feita uma tentativa de montar uma instrução que não será executada no alvo
arquitetura. Os seguintes nomes de arquitetura são reconhecidos: "r1", "r2". o
o padrão é "r1".

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um metoprocessador.

"-mcpu = metac11"
Gerar código para Meta 1.1.

"-mcpu = metac12"
Gerar código para Meta 1.2.

"-mcpu = metac21"
Gerar código para Meta 2.1.

"-mfpu = metac21"
Permitir que o código use o hardware FPU do Meta 2.1.

Consulte as páginas de informações para obter a documentação das opções específicas do MMIX.

As seguintes opções estão disponíveis quando configuradas para um processador NDS32.

"-O1"
Otimize para desempenho.

"-Os"
Otimize para espaço.

"-EL"
Produz pouca saída de dados endian.

"-EB"
Produz pouca saída de dados endian.

"-mpic"
Gerar PIC.

"-mno-fp-as-gp-relax"
Suprime o relaxamento fp-as-gp para este arquivo.

"-mb2bb-relax"
Otimização de ramos back-to-back.

"-mno-all-relax"
Suprima todo relaxamento para este arquivo.

"-march = "
Monte para arquitetura que pode ser v3, v3j, v3m, v3f, v3s, v2, v2j,
v2f, v2s.

"-mbaseline = "
Monte para linha de base que pode ser v2, v3, v3m.

"-mfpu-freg =FREG "
Especifique uma configuração de FPU.

"0 8 registros SP / 4 DP"
"1 16 registros SP / 8 DP"
"2 32 registros SP / 16 DP"
"3 32 registros SP / 32 DP"
"-mabi =abi "
Especifique uma versão abi pode ser v1, v2, v2fp, v2fpp.

"-m [no-] mac"
Ativar / desativar suporte para instruções Multiply.

"-m [no-] div"
Ativar / desativar suporte para instruções Divide.

"-m [no-] 16 bits-ext"
Ativar / desativar extensão de 16 bits

"-m [no-] dx-regs"
Ativar / desativar registros d0 / d1

"-m [no-] perf-ext"
Ativar / desativar extensão de desempenho

"-m [no-] perf2-ext"
Ativar / desativar extensão de desempenho 2

"-m [sem-] string-ext"
Habilitar / desabilitar extensão de string

"-m [sem-] reduzidos-regs"
Ativar / desativar a opção de configuração de registro reduzido (GPR16)

"-m [no-] audio-isa-ext"
Ativar / desativar a extensão AUDIO ISA

"-m [no-] fpu-sp-ext"
Ativar / desativar extensão FPU SP

"-m [no-] fpu-dp-ext"
Ativar / desativar extensão FPU DP

"-m [no-] fpu-fma"
Habilitar / desabilitar instruções de adição fundida-multiplicação-FPU

"-pequeno-ramal"
Ative todas as extensões e suporte de instruções

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador PowerPC.

.A32
Gere ELF32 ou XCOFF32.

.A64
Gere ELF64 ou XCOFF64.

-K PIC
Defina EF_PPC_RELOCATABLE_LIB em sinalizadores ELF.

-mpwrx | -mpwr2
Gere código para POWER / 2 (RIOS2).

-mpwr
Gerar código para POWER (RIOS1)

-m601
Gere código para PowerPC 601.

-mppc, -mppc32, -m603, -m604
Gere código para PowerPC 603/604.

-m403, -m405
Gere código para PowerPC 403/405.

-m440
Gere código para PowerPC 440. BookE e algumas instruções 405.

-m464
Gere código para PowerPC 464.

-m476
Gere código para PowerPC 476.

-m7400, -m7410, -m7450, -m7455
Gere o código para PowerPC 7400/7410/7450/7455.

-m750cl
Gere código para PowerPC 750CL.

-m821, -m850, -m860
Gere código para PowerPC 821/850/860.

-mppc64, -m620
Gere código para PowerPC 620/625/630.

-me500, -me500x2
Gerar código para o complexo central e500 da Motorola.

-me500mc
Gere código para o complexo de núcleo Freescale e500mc.

-me500mc64
Gerar código para o complexo do núcleo Freescale e500mc64.

-me5500
Gerar código para o complexo do núcleo Freescale e5500.

-me6500
Gerar código para o complexo do núcleo Freescale e6500.

-mspe
Gere o código para as instruções do Motorola SPE.

-mtitã
Gerar código para o complexo central AppliedMicro Titan.

-mppc64bridge
Gere código para PowerPC 64, incluindo bridge insns.

-mbook
Gerar código para BookE de 32 bits.

-ma2
Gere código para arquitetura A2.

-me300
Gerar código para a família PowerPC e300.

-maltivec
Gere código para processadores com instruções AltiVec.

-mvle
Gerar código para instruções Freescale PowerPC VLE.

-mvsx
Gere código para processadores com instruções Vector-Scalar (VSX).

-mhtm
Gere código para processadores com instruções de memória transacional de hardware.

-mpower4, -mpwr4
Gerar código para arquitetura Power4.

-mpower5, -mpwr5, -mpwr5x
Gerar código para arquitetura Power5.

-mpower6, -mpwr6
Gerar código para arquitetura Power6.

-mpower7, -mpwr7
Gerar código para arquitetura Power7.

-mpower8, -mpwr8
Gerar código para arquitetura Power8.

-mpower9, -mpwr9
Gerar código para arquitetura Power9.

-mcell
-mcell
Gerar código para a arquitetura do Cell Broadband Engine.

-mcom
Gerar instruções comuns de código Power / PowerPC.

-muitos
Gere código para qualquer arquitetura (PWR / PWRX / PPC).

-mregnames
Permitir nomes simbólicos para registros.

-mno-regnames
Não permita nomes simbólicos para registros.

-mrelocável
Suporte para a opção -mrelocável do GCC.

-mrelocável-lib
Suporte para a opção -mrelocatable-lib do GCC.

-membro
Defina o bit PPC_EMB em sinalizadores ELF.

-um pouco, -mlittle-endian, Eles
Gere código para uma pequena máquina endian.

-grande, -mbi-endian, -estar
Gere código para uma máquina big endian.

-msolaris
Gere código para Solaris.

-mno-solaris
Não gere código para Solaris.

-nops =contar
Se uma diretiva de alinhamento inserir mais de contar nops, coloque um galho no começo
para pular a execução dos nops.

Consulte as páginas de informações para obter a documentação das opções específicas de RX.

As seguintes opções estão disponíveis quando configuradas para a família de processadores s390.

-m31
-m64
Selecione o tamanho da palavra, 31/32 bits ou 64 bits.

-mesa
-mzarch
Selecione o modo de arquitetura, seja Enterprise System Architecture (esa) ou
Modo z / Arquitetura (zarch).

-march =processador
Especifique qual variante do processador s390 é o alvo, g6, g6, z900, z990, z9-109, z9-ec,
z10, z196, zEC12ou z13.

-mregnames
-mno-regnames
Permitir ou proibir nomes simbólicos para registros.

-mwarn-areg-zero
Avisa sempre que o operando para um registro de base ou índice foi especificado, mas
avalia para zero.

As seguintes opções estão disponíveis quando configuradas para um processador TMS320C6000.

-march =arco
Habilitar (apenas) instruções de arquitetura arco. Por padrão, todas as instruções são
permitido.

Os seguintes valores de arco são aceitos: "c62x", "c64x", "c64x +", "c67x", "c67x +",
"c674x".

-mdsbt
-mno-dsbt
O -mdsbt opção faz com que o montador gere o atributo "Tag_ABI_DSBT" com um
valor de 1, indicando que o código está usando o endereçamento DSBT. o -mno-dsbt opção,
o padrão, faz com que a tag tenha um valor 0, indicando que o código não
usar o endereçamento DSBT. O vinculador emitirá um aviso se objetos de tipo diferente
(DSBT e não DSBT) estão vinculados.

-mpid = não
-mpid = perto
-mpid = far
O -mpid = opção faz com que o montador gere o atributo "Tag_ABI_PID" com um
valor que indica a forma de endereçamento de dados usada pelo código. -mpid = não, o padrão,
indica endereçamento de dados dependente da posição, -mpid = perto indica a posição-
endereçamento independente com acessos GOT usando endereçamento próximo a DP, e -mpid = far
indica endereçamento independente de posição com acessos GOT usando endereçamento DP distante.
O vinculador irá emitir um aviso se objetos construídos com configurações diferentes desta opção
estão ligados entre si.

-mpic
-mno-pic
O -mpic opção faz com que o montador gere o atributo "Tag_ABI_PIC" com um
valor de 1, indicando que o código está usando endereçamento de código independente de posição,
A opção "-mno-pic", o padrão, faz com que a tag tenha o valor 0, indicando
endereçamento de código dependente da posição. O vinculador emitirá um aviso se objetos de
tipos diferentes (dependente da posição e independente da posição) são vinculados.

-mbi-endian
-mlittle-endian
Gerar código para o endianness especificado. O padrão é little-endian.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador TILE-Gx.

-m32 | -m64
Selecione o tamanho da palavra, 32 bits ou 64 bits.

-EB | -EL
Selecione o endianness, big-endian (-EB) ou little-endian (-EL).

A seguinte opção está disponível quando configurada para um processador Visium.

-mtune =arco
Esta opção especifica a arquitetura de destino. Se for feita uma tentativa de montar um
instrução que não será executada na arquitetura de destino, o montador irá emitir
uma mensagem de erro.

Os seguintes nomes são reconhecidos: "mcm24" "mcm" "gr5" "gr6"

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador Xtensa.

--text-section-liters | --não-text-seção-literais
Controle o tratamento de pools literais. O padrão é --não-text-seção-literais,
que coloca literais em seções separadas no arquivo de saída. Isso permite que o
pool literal a ser colocado em uma RAM / ROM de dados. Com --text-section-liters, pela
literais são intercalados na seção de texto, a fim de mantê-los tão próximos quanto
possível às suas referências. Isso pode ser necessário para grandes arquivos de montagem, onde
os literais estariam fora do intervalo das instruções "L32R" no texto
seção. Literais são agrupados em pools seguindo as diretivas ".literal_position" ou
precedendo as instruções "ENTRY". Essas opções afetam apenas os literais referenciados via PC-
instruções relativas "L32R"; literais para instruções de modo absoluto "L32R" são
tratado separadamente.

- piscinas automáticas | --no-auto-litpools
Controle o tratamento de pools literais. O padrão é --no-auto-litpools, Que por sua
a ausência de --text-section-liters coloca literais em seções separadas no
arquivo de saída. Isso permite que o conjunto literal seja colocado em uma RAM / ROM de dados. Com
- piscinas automáticas, os literais são intercalados na seção de texto para manter
o mais próximo possível de suas referências, diretivas explícitas ".literal_position"
não são necessários. Isso pode ser necessário para funções muito grandes, onde
pool literal no início da função pode não ser alcançável por "L32R"
instruções no final. Essas opções afetam apenas os literais referenciados via PC-
instruções relativas "L32R"; literais para instruções de modo absoluto "L32R" são
tratado separadamente. Quando usado junto com --text-section-liters, - piscinas automáticas
tem precedência.

--absolute-literais | --não-literais absolutos
Indique ao montador se as instruções "L32R" usam absolutas ou relativas ao PC
endereçamento. Se o processador inclui a opção de endereçamento absoluto, o padrão é
para usar realocações "L32R" absolutas. Caso contrário, apenas o "L32R" relativo ao PC
deslocalizações podem ser usadas.

--target-align | --no-target-align
Habilite ou desabilite o alinhamento automático para reduzir as penalidades da filial em algumas despesas em
tamanho do código. Esta otimização é habilitada por padrão. Observe que o montador irá
sempre alinhe instruções como "LOOP" que têm requisitos de alinhamento fixos.

--chamadas longas | --sem chamadas longas
Habilite ou desabilite a transformação de instruções de chamada para permitir chamadas em um maior
gama de endereços. Esta opção deve ser usada quando os alvos das chamadas podem ser
fora de alcance. Isso pode degradar o tamanho e o desempenho do código, mas o vinculador pode
geralmente otimiza a sobrecarga desnecessária quando uma chamada termina dentro do alcance.
O padrão é --sem chamadas longas.

--transformar | --sem transformação
Habilite ou desabilite todas as transformações de assembler das instruções Xtensa, incluindo ambos
relaxamento e otimização. O padrão é --transformar; --sem transformação só deveria
ser usado nos raros casos em que as instruções devem ser exatamente conforme especificado no
fonte de montagem. Usando --sem transformação faz com que operandos de instrução fora do intervalo sejam
erros.

--renomear-seção Antigo nome=novo nome
Renomeie o Antigo nome seção para novo nome. Esta opção pode ser usada várias vezes para
renomear várias seções.

--trampolins | - sem trampolins
Habilite ou desabilite a transformação das instruções de salto para permitir saltos através de um maior
gama de endereços. Esta opção deve ser usada quando os alvos de salto podem ser
fora de alcance. Na ausência de tais saltos, esta opção não afeta o tamanho do código ou
atuação. O padrão é --trampolins.

As seguintes opções estão disponíveis quando configurado para um processador da família Z80.

-z80
Monte para o processador Z80.

-r800
Monte para o processador R800.

-ignore-undocumented-instruções
-Wnud
Reúna instruções do Z80 não documentadas que também funcionam no R800 sem aviso.

-ignore-unportable-instruções
-Wnup
Reúna todas as instruções do Z80 não documentadas sem aviso prévio.

-warn-undocumented-instruções
-Wud
Emita um aviso para instruções Z80 não documentadas que também funcionam no R800.

instruções -warn-unportable
-Wup
Emita um aviso para instruções Z80 não documentadas que não funcionam no R800.

-forbid-undocumented-instruções
-Fud
Trate todas as instruções não documentadas como erros.

-forbid-unportable-instruções
-Fup
Trate as instruções não documentadas do Z80 que não funcionam no R800 como erros.

Use mips64el-linux-gnuabi64-as online usando serviços onworks.net


Ad


Ad

Programas online mais recentes para Linux e Windows