InglêsFrancêsEspanhol

Executar servidores | Ubuntu > | Fedora > |


favicon do OnWorks

jpegoptim - Online na nuvem

Execute jpegoptim no provedor de hospedagem gratuita OnWorks no Ubuntu Online, Fedora Online, emulador online do Windows ou emulador online do MAC OS

Este é o comando jpegoptim que pode ser executado no provedor de hospedagem gratuita OnWorks usando uma de nossas várias estações de trabalho online gratuitas, como Ubuntu Online, Fedora Online, emulador online do Windows ou emulador online do MAC OS

PROGRAMA:

NOME


jpegoptim - utilitário para otimizar / compactar arquivos JPEG / JFIF.

SINOPSE


jpegoptim [ opções ] [ nomes de arquivos ]

DESCRIÇÃO


jpegoptim é usado para otimizar / compactar arquivos jpeg. O programa suporta otimização sem perdas,
que se baseia na otimização das tabelas de Huffman. E a chamada otimização "com perdas", onde
além de otimizar as tabelas de Huffman, o usuário pode especificar o limite superior para a qualidade da imagem.

NOTA! Por padrão, jpegoptim modifica os arquivos de entrada (se eles forem otimizados), para preservar
opção de uso de arquivos originais -d para especificar o diretório alternativo para salvar os arquivos otimizados
para.

Apenas arquivos normais são otimizados (links simbólicos e arquivos especiais são ignorados). Além disso, qualquer
outros links físicos para o arquivo que está sendo otimizado (conforme criado usando ligação(2)) não são afetados.

OPÇÕES


As opções podem ser as tradicionais opções POSIX de uma letra ou o estilo GNU longo
opções. As opções de estilo POSIX começam com um único `` - '', enquanto as opções longas do GNU começam com
`` - ''.

Opções oferecidas por jpegoptim são as seguintes:

-d , --dest =
Define o diretório de destino alternativo onde salvar os arquivos otimizados (o padrão é
sobrescrever os originais). Observe que os arquivos inalterados não serão adicionados ao
diretório de destino. Isso significa que se o arquivo de origem não pode ser compactado, nenhum arquivo
será criado no caminho de destino.

-f, --força
Força a otimização, mesmo que o resultado seja maior do que o arquivo original.

-h, --Socorro
Exibe informações curtas de uso e saídas.

-m , --max =
Define o fator de qualidade máximo da imagem (desativa o modo de otimização sem perdas, que é
habilitado por padrão). Esta opção irá reduzir a qualidade dos arquivos de origem que foram
salvo usando configuração de qualidade superior. Enquanto os arquivos que já têm qualidade inferior
configuração será compactada usando o método de otimização sem perdas.

Os valores válidos para o parâmetro de qualidade são: 0 - 100

-n, --sem ação
Não otimize realmente os arquivos, apenas imprima os resultados.

-S , --size =
Tente otimizar o arquivo para o tamanho determinado (desativa o modo de otimização sem perdas). Alvo
tamanho é especificado em kilobytes (1 - n) ou como porcentagem (1% - 99%) do
tamanho do arquivo original.

-T , --threshold =
Mantenha o arquivo inalterado se o ganho de compressão for inferior ao limite (%).

Os valores válidos para o limite são: 0 - 100

-b, --csv
Imprima informações de progresso em formato CSV.

-o, - sobrescrever
Sobrescrever o arquivo de destino mesmo se ele existir (ao usar a opção -d).

-p, --preservar
Preserve os tempos de modificação do arquivo.

-P, --preserve-perms
Preserve as permissões do arquivo (proprietário / grupo) substituindo o arquivo original. Isto é
ligeiramente menos seguro do que o modo de operação padrão (onde o novo arquivo é salvo pela primeira vez
como arquivo temporário e depois renomeado sobre o arquivo original). Neste modo, um backup
do arquivo original é feito com a extensão .jpegoptim.bak, e este arquivo é removido
após o arquivo original ter sido substituído com sucesso. NOTA! se estiver executando jpegoptim
como root, geralmente não há necessidade de usar esta opção, pois jpegoptim é capaz de
preserva as permissões do arquivo quando executado pelo root no modo padrão.

-q, --quieto
Modo silencioso.

-t, --totais
Imprima os totais após processar todos os arquivos.

-v, --verbose
Ativa o modo verbose (positivamente falador).

--todo-normal
Força todos os arquivos de saída a serem não progressivos. Pode ser usado para converter todos os arquivos de entrada
para JPEGs progressivos quando usado com a opção --force.

--todos progressivos
Força todos os arquivos de saída a serem progressivos. Pode ser usado para converter todos os normais (não
progressivo) JPEGs de entrada de arquivos para progressivo quando usado com a opção --force.

-sim, --strip-all
Retire todos os marcadores do arquivo de saída. (NOTA! Por padrão, apenas Comentários e
Os marcadores Exif / IPTC / PhotoShop / ICC / XMP são mantidos, todo o resto é descartado). Saída
Provavelmente, o JPEG ainda conterá um ou dois marcadores (JFIF e Adobe APP14), dependendo
no espaço de cores usado na imagem, já que esses marcadores são gerados pela libjpeg
codificador automaticamente.

--strip-none
Preserve "todos" os marcadores na imagem. Isso deixará todos os marcadores intactos no
imagem, exceto marcadores JFIF (APP0) e Adobe (APP14), pois esses são regenerados pelo
biblioteca libjpeg.

--strip-com
Retire os marcadores de Comentário (COM) do arquivo de saída.

--strip-exif
Retire os marcadores EXIF ​​do arquivo de saída.

--strip-iptc
Retire os marcadores IPTC / Adobe Photoshop (APP13) do arquivo de saída.

--strip-icc
Retire os perfis ICC do arquivo de saída.

--strip-xmp
Retire os perfis XMP do arquivo de saída.

--stdout
Envie a imagem de saída para a saída padrão. Observe, se a otimização não cria um menor
arquivo do que o arquivo de entrada, nenhuma saída (imagem) é enviada para a saída padrão. (Opção
-f pode ser usado para forçar a saída da imagem sempre, mesmo se a imagem otimizada não for
menor do que a entrada).

--stdin
Leia a imagem de entrada da entrada padrão. Quando esta opção é usada, então apenas uma imagem
é lido na saída padrão. Quaisquer (outros) arquivos de entrada especificados na linha de comando são
ignorado. Observe, se o arquivo de entrada '-' for visto na linha de comando, a entrada padrão é
também assumido.

Atualmente, esta opção irá habilitar explicitamente -f opção, portanto, a imagem de saída é sempre
enviado para a saída padrão (mesmo que nenhuma otimização fosse possível).

Use jpegoptim online usando serviços onworks.net


Ad


Ad